Criar um Site Grátis Fantástico
O Reencontro II

O Reencontro II

Autor: TISO, Evandro.

Camilly, filha de Mariana e Lucio, nasceu no Rio de Janeiro, seu cabelo castanho claro quase loiro, seus olhos azuis esverdeados como dois lagos de água azuis, pele clarinha e macia como pêssego, uma linda menina, inteligente, cresceu junto com Marcos Antônio, chamado de Marquinho, Filho de Carlos e Márcia.

Camilly começou a gostar de Marcos Antônio aos doze anos, quando ele pegou em suas mãos e olhando em seus olhos disse:

_você é tão linda, seus olhos parecem duas lagoas de águas azuis e sua pele macia como pêssego.

Camilly sentiu um toque profundo no coração, quando ele aproximou-se dela e deu o primeiro beijo. Camilly sonhava todas as noites com esse beijo. Muito em breve seu pai descobriu, pois em seus olhos se via o amor brilhar.

O tempo foi passando e Carlos teve que se mudar para os EUA, porque seus estudos no Brasil acabaram, Levando seus Filhos, Camilly ficou muito triste com a ausência do namorado de infância.

Os anos foram passando e ela, na oitava série conheceu om rapaz por nome de Vitor Rushier, (veja AA história dos Rushier em “A Fazenda do vovô Rushier”) namorou Vitor por um ano e três meses, mas ela não esqueceu Marcos. Seus estudos já estavam terminando, então ela começou a cursar idiomas, seu desempenho crescia cada dia mais, seus professores gostavam muito dela, com o diploma na mão, ela é convidada a ser interprete de uma expedição que ia para a América.

Viajaram para os Estados Unidos, hospedara-se no M.A. Motel, um dos maiores hotéis de New York, Layanne uma garota do quarto vizinho encontra Camilly no elevador, fez amizade, na noite as duas saíram para se divertirem, Layanne é Americana, mas cursou idioma também por isso elas se entendiam, Layanne estava acompanhando alguns turistas brasileiros também eram interprete.

Layanne convida Camilly para ir a sua casa que era próximo daquela cidade, a qual aceitou, pois seu trabalho iria começar em três dias.

Tomaram o metrô e na estação final um carro já esperavam por elas, chegando à casa de Layanne, Camilly se surpreende com o tamanho da casa.

Quando Camilly foi apresentada a família de Layanne ela se assusta:

_Tio Carlos! Tia Márcia!!!

Layanne ficou paralisada ao ouvir.

Carlos:

_Camilly! Quanto tempo? E seu pai e sua mãe?

Camilly:

_estão no Brasil, eu não sabia que vocês tiveram outra filha.

Márcia:

_A Layanne nasceu depois de um ano que mudamos para cá.

Camilly:

_E Marquinho?

Layanne:

_Você conhece meu irmão?

Camilly:

_Eu fui namorada dele quando nós éramos crianças, eu o amava...

Carlos:

_Ele ainda não esqueceu você, ele fala que um dia vai ao Brasil buscar o que deixou para traz e é você.

Camilly:

_E na verdade eu ainda o amo muito, mas...

Layanne:

_Mas... O quê?

Camilly:

_Ele não tem namorada?

Layanne:

_Não, não tem namorada nenhuma, ele fala que ainda namora você. Mas eu não entendia, porque desde criança ele fala, eu pensava que era fantasia dele.

Camilly:

_E ele onde está?

Layanne:

_Ele é dono do M.A. Motel onde estamos hospedadas.

Camilly:

_É por isso que chama M.A. de Marcos Antônio?

Layanne:

_Sim e se você não percebeu um pequeno “C” por cima da Letra “A” é de Camilly, ele que me falou.

Camilly:

_Eu não acredito?

Layanne:

_Olha aqui um cartão de visita com a foto da frente do Motel, percebe o “C” por cima do “A”.

Camilly:

_Vou lá amanhã, eu quero revê-lo, quero fazer-lhe uma surpresa.

No dia seguinte elas voltaram para o Motel onde estavam hospedadas.

Na recepção Camilly diz a recepcionista.

_Eu gostaria de falar com o seu patrão.

A recepcionista:

_Alguma reclamação da hospedagem?

Camilly:

_Não, não, só gostaria de falar com Marcos.

Layanne:

_Sou a irmã dele, poderia comunicar que estamos esperando na sala?

A recepcionista:

_Sim, Claro, imediatamente.

Na sala de Marcos Antônio, um jovem rapaz por nome de Jorge Hoston conversa com ele a respeito de uma viagem para o Brasil, quando o telefone toca, Marcos atende:

_Fala Sânny?

Sânny a recepcionista:

_Sr. Marcos, sua irmã o espera na sala de visitas.

Marcos Antônio:

_Já estou indo, só vou terminar minha reunião com Sr. Hoston e desço em seguida.

Jorge é um grande amigo de Marcos, pergunta:

_Sua irmã é bonita?

Marcos:

_Sim, por quê? Você não está namorando?

Jorge:

_Eu, não, não tenho sorte para namorar, porque só gosto de mulheres bonitas, Mas tenho vergonha de falar e levar um “não”.

Marcos:

_Ela não tem namorado, anda paquerando um boyzinho por aí, mas não está namorando. Se você quiser eu apresento-a a você?

Jorge:

_Mas eu tenho vergonha, e se ela não gostar de mim?

Marcos:

_Ela é muito legal, você vai ver. Hoje á noite ela vai estar no salão de festas e garanto que você vai ser uma ótima companhia para ela.

Jorge:

_E você não tem namorada?

Marcos:

_Tenho, mas não mora aqui. Bom, Acho que tenho que tenho, desde os quinze anos que não a vejo, sinto muita saudade dela, Ela é tão linda, acho que ela já arrumou outro namorado por lá. Ela é do Brasil.

Jorge:

_Mas nunca ouvi falar que você teve namorada.

Marcos:

_Ninguém sabe. Só minha família, mas eles não acreditam que ela ainda vai me encontrar. Nessa nossa viagem ao Brasil, Quero procurar o Tio Lúcio que é pai dela...

Jorge:

_Então ela é sua prima!

Marcos:

_Não, o Tio Lúcio não é tio verdadeiro, ele é filho adotivo de minha Bisavó.

Jorge:

_Se ela já não estiver casada. Não?

Marcos:

_Não acredito, ela gostava de mim de verdade eu ainda gosto dela até hoje. Você sabe por que eu mandei colocar aquele “C” por cima da Letra “A” do Motel?

Jorge:

_Não me fala que é do nome dela!

Marcos:

_Sim, é de Camilly Alves da Silva, eu nunca me esquecerei daquele rosto lindo, olhos azuis, pele macia, cabelos loiros e cacheados, uma princesa.

Jorge:

_Deve ser linda mesmo, do jeito que você fala!

Marcos:

_Tenho uma foto dela, de quando tínhamos treze anos.

Abrindo a gaveta, retira uma foto meio velha, e mostra para Jorge dizendo:

_Eu nunca mostrei essa foto para ninguém, nem mesmo ela sabe que tenho essa foto, nem minha família, você é a primeira pessoa que viu. Não fale para ninguém, ok?

Jorge:

_Olha! É linda mesmo, esse é você?

Marcos:

_Sim, Esse Iate era de meu pai e do pai dela, lá no Brasil.

Jorge:

_Você tem uma foto de sua irmã?

Marcos:

_My god! Eu esqueci, ela está esperando na recepção, não tenho foto dela aqui, mas você vem comigo que eu os apresento.

Ambos saem da sala e desce no elevador até o térreo, ao chegar à recepção Marcos diz:

_Sânny onde está minha irmã?

Sânny:

_Na sala de visitas, elas o espera já há algum tempo!

Marcos:

_Obrigado Sânny.

Marcos abre a porta e entra dizendo:

_Me chamou Layanne?...

Quando ele olha para aquela moça que acompanha a irmã, ele para e fica sem palavras, seus olhos brilha. Camilly, que fica olhando e de repente vai ao seu encontro e o abraça então ele finalmente diz gaguejando:

_Ca-Camilly?

Camilly:

­_Meu amor!

Ele chora abraçando mais forte e pergunta:

_É você? A minha Camilly, a minha Princesa?

Camilly:

_Sim, sou eu, estou aqui, juntinho de você, finalmente o encontrei depois de dezoito anos.

Marcos:

_Nunca me esqueci de você, agora pouco estive comentando com meu amigo a respeito de você... []... Quero lhe apresentar, esse é “Jorge”, Camilly! E essa é “Camilly”, Jorge! Da qual lhe falei.

Jorge:

_É um enorme prazer conhece-la pessoalmente.

Camilly:

_O prazer é todo meu!

Marcos:

_E essa é minha irmã “Layanne”! E esse é “Jorge”, Layanne, meu grande amigo.

Layanne:

_Que “gato”! Desculpe-me a expressão, Prazer em conhecê-lo.

Jorge:

-O prazer é todo meu, encantado.

Jorge se aproxima de Layanne e dá três beijotes em seu rosto.

Layanne:

_Você tem namorada?

Jorge:

_Eu? Nã-não, não tenho.

Marcos:

_Vamos Camilly, quero mostrar o hotel, deixa os dois conversarem a sós.

Jorge fica vermelho, mas Layanne o acalma dizendo:

_Você está nervoso! Não se preocupe, somos solteiros, livres e desimpedidos. Não fique tímido, Jorge o seu nome! Não é?

Jorge:

_Sim, e o seu é...  ...Layanne, a irmã de Marcos! Você é realmente linda.

Layanne:

_Você quer ir comigo na festa aqui no hotel do meu irmão?

Jorge:

_Sim! Claro! É um enorme prazer acompanhá-la nessa festa, seu irmão falou-me de você.

Enquanto isso, marcos e Camilly vão ao jardim e sentam no banco Marcos diz:

_Eu ainda estou tremendo, pensei que nunca iria encontrá-la novamente, já faz dezoito anos e hoje estamos aqui juntinhos.

Camilly:

_Eu nunca pensei que encontraria você aqui, mas nunca me esqueci de você. Quando Layanne falou que você não se esquecera de mim juro que não acreditei até revê-lo, estou hospedada na suíte 151, próximo de Layanne, Você ficou mais forte, bonito, alto, eu não acreditei quando Layanne me disse que o “C” por cima do “A” De M.A. Motel é de Camilly.

Marcos:

_Sim, é seu nome, não me esqueço de você nunca. E o Tio Lúcio e Tia Mariana?

Camilly:

Estão no Brasil, eu vim em uma expedição como intérprete de turistas e negociadores do governo brasileiro.

Marcos:

_Quando você volta para o Brasil?

Camilly:

_No fim da semana, vou sentir muita saudade de você.

Marcos:

_Jorge e eu, pouco antes de descermos, estávamos planejando uma viagem ao Brasil, eu iria procurar por você.

Camilly:

_Não acredito! Não moramos mais na mesma casa, meu pai vendeu e mudamos para a capital de São Paulo onde terminei meus estudos. Sou formada em Idiomas, Letras e Direito.

Marcos:

_você é advogada?

Camilly:

_Ainda não peguei a carteira OAB, talvez no fim deste ano eu seja aprovada.

Marcos:

_Quando você for me liga que eu e Jorge estamos indo também.

Camilly:

_Sua irmã, parece que gostou dele, você percebeu?

Marcos:

_Eu queria apresentar os dois porque Jorge não tem uma namorada, ele é tímido, é um excelente rapaz, meu grande amigo.(ler historia de “Jorge Hoston”)

Quando chega a noite Jorge encosta sua limusine preta, buzina, Layanne já pronta sai no portão e se emociona ao ver a limusine e Jorge a sua espera, e diz:

_Uau! É sua essa maquina?

Jorge:

_Sim, uma delas, antes gostaria de convidá-la para conhecer o meu Club, aceita?

Layanne:

_Você tem um clube?

Jorge:

_Sim tenho um pequeno Club particular, onde reúno com os amigos nos fins de semana, minha irmã que gerencia tudo por lá.

Layanne de boquiaberta diz:

_Sim! Claro! Seria uma honra conhecer. E depois iremos à festa.

E quando entra no carro, ela se depara com um enorme buquê de e rosas brancas, um champanhe, duas taças e luzes coloridas.  Seus pensamentos voam e sem palavras suspira fundo.

Marcos e Camilly vão de helicóptero para o M.A. Motel, onde a festa começa, ele não vê Layanne e Jorge:

_Mas eles saíram primeiro, onde será que eles estão?

Marcos não sabia que Jorge tinha um Club, eles se viam raramente, não tinha muito tempo para diversão.

Camilly abraça-o dançando lentamente e beija-o, suas pernas tensas suspensa na ponta dos pés. Pede uma bebida, então Marcos vai ao bar pegar dois drinks, logo chega Marcelo que o toca no ombro dizendo:

Meu amigo dessa vez você se deu bem, onde encontrou essa joia rara?

Marcos:

_Ela é minha namorada, respeite-a, ok?

Marcelo:

_Já esta namorando?

Marcos:

_Eu namoro ela há muito tempo, ela é do Brasil, Rio de Janeiro RJ. Se você não sabe eu sou brasileiro nasci lá. Namoro com ela desde os doze anos de idade.

Marcelo:

_Apresente-a para mim?

Marcos:

_Vou apresentar-te, mas não vem com essa de três beijinhos, ela já é compromissada, ok?

Marcelo:

_Não se preocupe, eu já estou acompanhado por algumas garotas, mas só é pra curtição, por falar nisso, eu nunca o vi pegar nenhuma mulher.

Marcos:

_Eu sou diferente, sou de uma mulher só.

Marcelo:

_Vou chamar a galera e para curtimos juntos, tudo bem? Assim ela conhece a turma.

Marcos chega com o drinks e diz:

_Camilly, tem uns amigos que querem te conhecer, tudo bem?

Camilly:

_Sim! Claro! Se forem seus amigos, são meus amigos também.

Marcelo chega e Marcos lhe apresenta Camilly, Marcelo também apresenta os outros amigos, para a surpresa de Camilly uma das amigas de Marcelo é Leiliane, também brasileira, cursou idioma junto com Camilly, eram amiguíssimas, ao revê-las logo se abraçam e diz:

_Camilly, minha melhor amiga, o que faz aqui em NY?

Camilly:

_Estou acompanhando uma expedição.

Leiliane:

_Que bom encontrar-la aqui! _Se vira para os outros e diz: _Ela é minha melhor amiga, vocês não sabem o que nós aprontávamos quando saiamos juntas, a noite era só nossa lá no Brasil, somos as melhores alunas de idioma, Ela me falou que ainda não se esqueceu do namorado de infância, eu já zoei com ela e eu disse que ela nunca mais vai vê-lo novamente, ele mora aqui nos Estados Unidos.

Camilly:

_Pois aquele rapaz que te falei é o amor da minha vida, e hoje quero lhe apresentá-lo, Esse é o rapaz Marcos Antonio, o amor da minha vida!

Leiliane:

_Você é o namorado de Camilly, Marcos?

Marcos:

_Sim Eu sempre esperei para reencontrá-la.

Depois de longas conversas, Jorge chega com Layane:

_Amigas, não vão acreditar no que vou contar, Vamos ali que as contarei.

Elas saem e os rapazes ficam conversando por algumas horas.

As garotas vão até uma sala mais silenciosa e então conversam.

Camilly diz à Layane:

_Eu também quero lhe contar. Leiliane foi minha melhor amiga no Brasil, estudávamos na mesma sala de idioma. É amiga de vocês e eu não sabia.

Layane:

Conheci Leiliane na rede social, Janet e Sarah são colegas de faculdade.

Janet:

_Meu irmão é namorado de Leiliane e o irmão de Leiliane é o namorado de Sarah e o meu namorado é o Marcelo, ou melhor, meu ficante, ele não leva nada a sério mesmo, Bom, mas conta o que você iria nos contar Layane?

Layane:

_Sim! Claro! Vocês não vão acreditar, fui pedida em namoro hoje, e não imaginam por quem...     ... Por Jorge Hoston!

Camilly:

_O amigo de Marcos?

Layane:

_sim, ele não é o que parece ser! Ele é um dos maiores empresários de NY. Dono de um clube que vocês nem imaginam, o Hoston Club e dono da rede Motéis Hoston e mais a casa, ou melhor, o palácio que ele mora é maior que as casas de nós três juntas e, mas o hotel de Marcos, uma Mansão Real, até agora ainda não estou acreditando, parece um sonho e vocês não imaginam, sou a primeira namorada dele. Imaginem só que surpresa que eu tive a surpresa não, uma das surpresas, porque foi uma surpresa atrás da outra, a primeira foi quando sai no portão da mina casa, uma Limusine me esperando, eu me senti lady Day, a segunda surpresa foi ao entrar na Limusine... Layane conta todos os detalhes para as amigas.

Enquanto isso os rapazes se divertem, Jorge diz a Marcos:

_Meu amigo, ou melhor, meu futuro cunhado, você não imagina eu estou namorando Lay. Assim que eu a chamo, ela é a mulher mais linda que eu já conheci, Ela aceitou o meu pedido de namoro.

Marcelo:

_Até que enfim você arrumou namorada. Bom! Parabéns! Meus dois amigos encalhados se desencalharam.

Robson:

_Dois não, três, vocês me incluam nesse clube eu também arrumei uma namorada, to namorando a Sarah.

Alex irmão de Janet diz:

_Parece que vocês estão se esquecendo de mim, se vocês não sabem a Leiliane é minha primeira namorada, também quero entrar nesse clube. Parece que, quem não ficou com a primeira namorada só foi o Marcelo.

Marcelo:

_Eu não fiquei com a primeira namorada porque eu nunca tive uma namorada a sério, até hoje só fiquei com garotas, por diversão, nunca namorei, mas posso entrar nesse clube, só espera um momento.

Marcelo sai e vai onde as meninas estão e diz a Janet:

_Janet quero lhe dizer algo. Vamos onde os garotos estão, vamos vocês também.

Todos saem e se reúnem cada um com seus pares: Camilly e Marcos Antonio, Jorge e Layane, Alex e Leiliane, Robson e Sarah e Marcelo diz a Janet:

_Agora vou falar, Janet você quer ser a minha primeira namorada sério? Também quero entrar no clube dos que tem a primeira namorada.

Janet:

_Marcelo, é sério o que você esta falando, porque você só fica com as garotas por diversão e nada a sério?

Marcelo:

_Fiquei com inveja dos garotos e mais, você é muito linda não posso deixar você dando sopa por aí, alem disso eu gosto de você de verdade, pela primeira vez eu quero namorar sério.

Janet:

_Bom meninas agora eu posso dizer que também sou do clube das primeiras namoradas. Claro que aceito Marcelo.

Marcelo a beija e diz aos meninos:

_ agora somos cinco rapazes desencalhados.

A festa foi até o amanhecer. Quando a festa acabou eles foram cada um para a sua cada. Layane vai com Jorge que a leva para casa e Camilly vai para o seu quarto no próprio hotel da festa, ou seja, no M.A. Motel onde está hospedada, Marcos acompanha até o quarto e logo segue para casa. Janet vai para a casa do Marcelo, passar a noite, Sarah e Robson vai para a casa de Osmar onde Robson está hospedado, pois ele mora em outra cidade, está apenas passando as férias na grande capital. Osmar é tio de Robson e sua casa é muito grande.

Alex leva Leiliane em casa, se despedem e marca outro encontro. Alex diz:

_Posso convidar você para ir à praia comigo no domingo?

Leiliane diz:

_Sim! Me pega às oito da manhã, estou louca para surfar e tomar um belo sol.

Despedem-se mais uma vez e ele segue para sua casa.

No Brasil.

Lucio e Mariana, D. Socorro e Sr. Jorge recebem um cartão postal de Camilly, que conta que ela reencontra com Marcos Antonio, tio Carlos e tia Márcia, conta também sobre Layane, conta sobre a festa e diz que breve volta para o Brasil. Eles lêem e ficam muito emocionados com a história.

 Seu Jorge Já bem velho passa o tempo passeando pela praia, de repente sua pressão baixa e ele desmaiam. Um pequeno garoto de longe vê aquele senhor caindo e corre em sua direção, ao chegar perto, percebe que ele está desmaiado e de um lado vê um aparelho de celular, o celular de seu Jorge, sem pensar muito ele disca 190 e pede socorro, a polícia pede a localização, ele diz que está perto do kioske na praia, o policial percebe o desespero do garoto e então acredita e diz:

_Fique calmo, como é o seu nome?

O garoto responde:

_Eu sou o Luquinha, como os outros me chamam, por favor, vem logo ele está desmaiado.

O policial:

_Sim! Já vou acionar a emergência e já - já chegamos aí. Desliga.

Logo a emergência chega, Luquinha diz:

_O celular é dele estava aí perto jogado.

Entrega ao soldado que diz:

_Você pode vir conosco?

Luquinha diz:

_Vou sim! Ele vai ficar bem?

O enfermeiro diz:

_Vai sim ele só desmaiou, por causa da pressão que baixou. Você é parente dele?

Luquinha:

_Não, eu não tenho parentes, só alguns amigos que mora comigo debaixo do viaduto, sou um menino de rua, estava catando latinha na praia para vender e comprar pãozinho para comer mais tarde, eu fugi do Orfanato. Lá eles judiavam de mim e dos meus amigos, então eu fugi e vim morar na rua, aqui é bem melhor do que no Orfanato, vi o Senhor caído e liguei.

Logo chegam ao hospital, dá entrada de internação, o garoto responde algumas perguntas e logo é dispensado pelo policial que leva novamente a praia.

O hospital verifica alguns nomes na agenda do aparelho celular e liga para Lúcio. Logo Lucio chega, seu Jorge acorda do desmaio e pergunta quem o levou para o hospital. O enfermeiro conta da coragem do garotinho de rua. Seu Jorge se recupera e volta para casa. (saber sobre luquinha/ ler a historia “ Lucas um garoto de rua”)

No outro dia Seu Jorge vai até o viaduto e procura por Luquinha para agradecer, mas não encontra, fica por ali perto e logo Luquinha chega com um saco de latinhas amassadas, uma sacola de pão, reparte para os outros amigos, que dizem:

_Luquinha um velho veio aqui procurar por você.

Luquinha:

_Será que ele é do Orfanato! Que vem me buscar?

Eles respondem:

_Não ele disse que você o ajudou e quer te conhecer. Ele está ali sentado no banco perto da pracinha.

Luquinha segue até a praça e se senta próximo ao seu Jorge e diz:

_Olá! Eu sou Luquinha, eu ajudei o senhor na praia ontem.

Seu Jorge ao ver o garoto e diz:

_Vim aqui para lhe agradecer pela coragem, você é um herói. Conta aqui! Você não tem família?

Luquinha conta sua história, desde o orfanato, seu Jorge se emociona e recorda de seu filho Lucio que é acolhido por D. Socorro então diz:

_Você quer vir morar comigo? Posso adotar você?

Luquinha vê a sinceridade de seu Jorge e aceita. Despede dos seus amigos e diz:

_Obrigado por cuidarem de mim, mas a sorte chegou para mim, não irei esquecer-me de vocês, nunca, podem escrever.

Seu Jorge leva Luquinha para casa e quando D. Socorro conhece o pequeno herói, o leva para a cozinha e diz:

_Pode se fartar com os bolos e frutas, coma a vontade aqui é sua casa.

Seu Jorge prepara um quarto de hospedes e decora com bastantes brinquedos e jogos e então leva Luquinha ao Shopping, ele fica muito feliz e pergunta:

_porque o senhor está fazendo isso pra mim?

Seu Jorge conta a história de Lucio e conta o que Lucio passou quando estava morando na rua e D. Socorro o ajudou e diz:

_Eu fico muito agradecido por alguém cuidar de meu filho então isso é o mínimo que eu posso fazer a Deus, cuidando de um filho dele.

Luquinha:

_Quem é Deus e quem é filho dele?

Seu Jorge então lhe ensina que Deus é o criador de tudo e que todos somos filhos dele.

Seu Jorge vai até o Orfanato e pede a guarda de Luquinha e o orfanato lhe concede. Então registra Luquinha com seu sobrenome. Lucas Fagundes Dias.

Lucas começa a estudar na primeira série, com a ajuda de seu irmão Lucio ele aprende rápido e é bem sucedido na escola.

Em NY

Marcos Antonio e Camilly planejam a viagem de volta.

A expedição que Camilly acompanhava termina e então eles voltam. Marcos deixa o hotel na direção de Layane, pois confia na irmã e o seu pai Carlos ajuda na administração.

Ao chegarem ao Brasil, a família vai esperá-los no aeroporto, inclusive Lucas.

Camilly pergunta:

_Vovô, quem é esse garotinho simpático e lindo que os acompanha?

Lucio diz:

_É meu mais novo irmão, seu tio Lucas, papai Jorge o adotou, é o mais novo membro da família, e esse rapaz quem é?

Camilly:

_Papai, Não o reconhece? É o marquinho filho do tio Carlos e tia Márcia!

Marcos:

_Tio Lucio quanto tempo e tia Mariana? Mamãe está louca para vir, logo eles vem passear no Brasil.

Seu Jorge diz a Lucas:

_Olha, esse rapaz e Marcos Antonio e essa moça é Camilly, filha de Lucio Agora é sua sobrinha e ele é o filho de Carlos, neto da sua mãe socorro eles moram no exterior, logo vou levar você para conhecer os EUA.

Lucas:

_Muito prazer, agora sou tio de vocês, não de sangue, mas de coração.

O tempo passou...

Marcos Antonio se casa co Camilly, Lucas termina os estudos, e nos EUA, Alex e Leiliane, Layane e Jorge, Marcelo e Janet se casam e fazem a maior festa Robson e Sarah não pretendem se casar por logo, mas mantém um relacionamento aceitável, até vão a Paris e lá eles trabalham e compraram uma casa e uma frota de helicópteros, montaram um clube e vivem a vida.

Carlos e Márcia têm outro bebê e coloca o nome de Johnny Wellington. Layane e Jorge têm gêmeas, duas menina e se chamam de Kathy Liz e Thâny Lara. Marcelo e Janet também têm uma menina e a chama de Júlieh Susan. Alex e Leiliane ficaram sócios de Jorge e Layane.

Seu Jorge pai de Lucio Falece deixando a metade de sua herança para D. Socorro e a outra parte para Lucio e Lucas dividirem por igual parte, Lucas monta um instituto particular para os amigos de ruas, que ele não se esqueceu jogarem bola e serem jogadores profissionais.

Lucio e Mariana têm outro bebê e agora podem realizar o sonho, pois é um garoto, colocam o nome de Carlos Jorge em homenagem a seu pai.

 

Fim!