Criar um Site Grátis Fantástico
O DIARIO DE UM GAROTO DE PROGRAMA


Querido diário...

...Hoje 1º dia de trabalho...

...Antes de conseguir esse emprego.

Eu era um rapazinho franzino, sem teto, vivendo no lixão, onde comia restos de comidas que as vezes estava estragadas, mas era o único alimento que encontrava e tinha que dividir com quem não encontrava nada, houve um dia que não me esqueço nunca, o dia em que conheci Annabella, um menina linda de olhos castanhos cabelos cacheados mas bem magrinha, pois se alimentava muito mal, morava com tia Gilda, uma senhora que cuidava das crianças abandonada no lixo, Annabella sempre me olhava envergonhada suspeito que ela gosta de mim. Bom, vivi nessa vida até o dia em que quase morri de fome ninguém encontrou nada para comer eu apenas encontrei um sanduíche com uma mordida e um fio de cabelo entre o pão e o presunto, retirei o cabelo e ia morder quando vi de longe Annabella que desmaiava, eu corri para salva-la e chegando lá percebi que ela não tinha comido nada e estava tão fraca que não agüentou o sol quente e caiu, levei a para a sombra de um latão, peguei uma pequena garrafa de água e molhei seus lábios desidratados, que aos poucos foi se mexendo, aos pouco ela se recupera ainda fraca ela disse com lagrimas nos olhos _estou com muita fome!_ peguei aquele sanduíche que encontrei e lhe ofereci, era o único alimento que tinha encontrado o dia todo, lhe entreguei com todo o coração, ela comia como se fosse o ultimo sanduíche da sua vida, após se recuperar, ela descansou um pouco, eu voltei ao trabalho, com fome mas não tinha outro jeito, trabalhei  mais três hora e não agüentei, cai próximo da entrada dos caminhões, quando senti que algo fazia sombra em mim, abri os olhos e pude ver a figura de um homem de terno chapéu uma bengala dourada, e pulseiras de ouro no braço, relógio dourado no outro, acompanhado por três rapazes do mesmo estilo, me apontou com a bengala e me perguntou_ você gostaria de sair desse lugar e me tornar como um desses rapazes?_ eu mal podia falar com a garganta seca, balancei a cabeça que sim, aqueles rapazes me pegou pelos braços e me arrastou até uma limusine de luxo. Fui direto para um apartamento muito chique me trouxeram água, depois me vi diante de uma mesa cheia de comes e bebes que eu nunca imaginaria que existisse, ele me disse _pode comer o quanto você conseguir._ Após aquela refeição dos deuses ele me falou você pode  tomar uma ducha_ “DUCHA”?_ me perguntei... _sim, um belo banho _ele falou. Eu vi que tinha que aprender um pouco do vocabulário de rico. Entrei em um salão que eles chamam de toalete, demorei em encontrar o chuveiro, logo entrou uma mulher linda, eu me encolhi todo, ela me disse, para que eu não me preocupar que ela fazia aquilo sempre e disse ainda que não era no chuveiro que se toma banho, eu fiquei perdido, ela então disse _ vou preparar soa banheira._pensei comigo banheira? Será uma mulher que dá banho na gente, então vi uma bacia enorme e comprida, que saia bolhas do fundo e uma fumacinha, vários vidros de xampu, isso eu conhecia, pois via muitas embalagens no lixão só não sabia para que servisse, ela me falou para entrar e descansar que logo traria o champanhe, saindo logo em seguida, tomei aquele banho que a dias não via água, minha barbicha já incomodava, abria a caixinha de pertences e encontrei varias coisa menos gilete, quando ela chegou novamente, então perguntei ainda meio tímido, onde fia o gilete pra fazer a barba, ela me mostrou um aparelho com três bolinhas, ela me ensinou a usar, nossa aquilo era coisa muito chique não sentia nem um pouquinho de dou e a barba tinha sumido e meu rosto ficou relachadinho, que gostoso, ela começou a me mostrar onde ficava tudo, até roupas ela ajudou a me vestir. Depois ela disse que o chefe estava me esperando na sala de visita, fiquei o resto do dia pensando naquela moça do banheiro. O Chefe chegou, e disse me falou _ Você quer trabalhar para mim?_ na mesma hora eu disse _se não for para matar ninguém eu topo. Ele disse_ você não quer saber nem o que é primeiro para depois aceitar?_ eu disse _nenhum trabalho será mais difícil do que catar lixo e ainda não ter nem o que comer o dia todo, qualquer serviço eu topo._ ele disse: até pra ser garoto de programa?_ não sei o que é isso mais eu topo, não deve ser tão ruim assim,_ ele me explicou tudo passo a passo e falou para não decepcionar ele e falou ainda_ não se envolva com nenhuma cliente, fora do trabalho. Suellen irará te ensinar a tratar as cliente._ Aquela mesma moça do banheiro, me ensinou tudo como fazer sexo com as clientes, me ensinou fazendo comigo, foi minha primeira vez, mas não falei nada para ela, mas ela já deve ter percebido.

Bom esse foi antes de começar a trabalhar...

... No primeiro dia fui encontrar a mulher de um deputado, não sabia, mas depois descobri tudo, ainda meio tímido ela tirou minha roupa, eu tremia todo, estava muito nervoso, mas quando ela tirou a roupa, pude ver aquele corpo de boneca apesar de ter uns trinta e cinco anos, fiquei encantado, levei a para a cama do motel, eu a fiz a mulher mais feliz da terra... Isso ela me disse... no fim da transa ela me pagou dez notas de R$100,00, fiquei bobo na hora ela disse_ na próxima eu pagarei o dobro hoje só trouxe isso._ Ao chegar em casa, ou seja na mansão conduzido por limusine, motorista e tudo, entrei no quarto indicado por Suellen, a moça do banheiro, deitei na cama macia e perfumada, Suellen perguntou com uma voz doce e carinhosa se eu não precisava de mais nada eu disse para ela não se preocupar comigo, alias eu precisava de companhia, porem ela disse que não podia pois o chefe não iria gostar nada daquilo.




...Hoje, 2º dia de trabalho...
Ah! Hoje eu acordei mais disposto, lembrei de Annabelle, o quanto ela estava sofrendo no lixão, perguntei se podia voltar no lixão ele me disse que não aquilo era parte do passado e eu deveria esquecer tudo e todos...